-->

PUB

PUB

Publicada por / segunda-feira, 14 de agosto de 2006 / 11 Comments /

COMEÇA HOJE...


...o melhor Festival de música da temporada. E também, na minha opinão, a melhor edição de sempre do Paredes de Coura.
Devido a um número infinito de razões, que não são para aqui chamadas, este ano o Astronauta não irá marcar presença no evento Minhoto. Vou procurar acompanhar o Festival através da Antena 3. A "rádio do Estado" há muito que nos habituou a um excelente serviço na cobertura destes eventos. Emissão online da 3 pode ser escutada aqui.
Infelizmente, este ano, a Sic Radical não vai estar presente em Paredes. Com esta ausência perdem todos aqueles que (como eu) não podem deslocar-se ao Minho. Espero que em 2007 as "comadres" se entendam e a Sic Radical volte a fazer aquilo que já mostrou saber fazer bem e melhor. Veremos...
A quem for, desejo um excelente Festival e espero que divirtam bastante. Depois, voltem aqui para contar como foi. Pode ser?
Share This Post :
Tags :

11 comentários :

My_Little_Bedroom disse...

Não sei bem se vou acompanhar. A Antena 3 é a melhor rádio a fazer cobertura de festivais mas acabamos por não ter grande acesso a eles porque infelizmete as bandas nem sempre deixam transmitir mais que 3 temas e ficamos ligeiramente privados de toda a apreciação crítica do que lá se passa.

É pena que a primazia do acompanhamento (leia-se patrocínio) televisivo tenha sido dado à MTV e à RTP. Provavelmente voltaremos a ter para o ano a SIC Radical na cobertura.

Como já fui a Benicassim, onde paguei uma fortuna e só dos main events deste cartaz os Yeah Yeah Yeahs e os Bloc Party não tive oportunidade de ver, mas que acabou por justificar o preço porque vi quase tudo o que passou por cá este ano por festivais com mais alguns bónus como os Morning Runner ou os Coldcut. Todavia , gostava muito de ir ver os Gomez, Catpeople, Panico, os Shout Out Louds e os Eagles of Death Metal, entre outros.

Cheers...

Disco_Infiltrator disse...

Na minha opinião um dos melhores cartazes de sempre. Falo de festivais não só de Portugal (em Portugal estás a anos de luz de distância dos outros) como em todo o mundo. Portugal pode dizer que tem um festival de referência.
Infelizmente eu estou emigrado e com muita pena minha não vou poder ir a Paredes. Estive lá o ano passado e adori. Este ano, com este cartaz, será ainda melhor. A mim bastava-me só o Morrissey mas ainda com bandas como Gang of Four, Bloc Party, Yeah, Yeah, Yeahs, White Rose Movement, !!!, Bauhaus, Panico, etc etc Parece um sonho!
Divirtam-se...eu gostava mesmoooo de estar em Portugal

mago disse...

Eu então nem para acompanhar pela 3 deve dar, e logo este ano... Enfim, faço meus os votos d'O Astronauta e fico à espera de ler o que quem for tiver a contar.

NunoPearl disse...

Realmente é o melhor que temos aqui. Grande cartaz, Grandes bandas. Em relação à antena 3, já não concordo tanto, porque de serviço publico eu acho que não tem muito. Em relação à RTP, é anedota darem o exclusivo a esta estação, porque não têm historia, estofo ou qualidade nestas andanças de festivais. Um abraço

dabid funceca disse...

Dia 16 lá estarei para ver Yeah Yeah Yeahs e Bloc Party...dps conto!

Extravaganza disse...

Bauhaus, a minha banda de sempre, foi qualquer coisa de fantástico!!(com ou sem revivalismos, nem quero saber!)
Já posso morrer descansada :)

Kraak/Peixinho disse...

Foi excelente! :) Karen O estupenda, Bloc Party num grande show, Broken Social Scene emblemático, Fischerspooner festivaleiro e sem entrar em grandes detalhes com WRM, Gomez e Madrugada e Morrisey. Decepção: We Are Scientists :(

Foi pena naum poderes ter ido :(

Hugzz

Rui Vieira disse...

O ponto mais alto foi seguramente o último. Debaixo de forte chuvada, olhos fitos no palco e os Bauhaus a mostrar porque faz todo sentido a reunião.
Electrizante foi o regresso ao Festival de !!!. Tanta energia propagava-se pelo anfiteatro natural e não havia assistente que não abanasse a anca, erguesse os braços ou batesse compasso com os pés.
Desilusão, além de We Are Scientists pela postura deselegante e pela incompetência em fazer valer os seus atributos, foi Morrisey. Um semi-Deus em palco pouco precisava de fazer para cativar. O publico gosta de The Smiths e de Morrisey. Mas algo falhou. O concerto ia correndo morno até que Morrisey interpreta Panic. Uma euforia atravessa a assistência, toda a gente cantarola o tema e Morrisey abandona o palco sem sequer ter chegado a meio do tema. Sem explicações. Foi pena. Apesar de morno o público estava disposto a perdoar se o final fosse o de um Deus entre os homens em vez de um Deus acima dos homens.
Ultima nota para Bloc Party. Depois de Yeah Yeah Yeahs que tiveram uma optima prestação, o colectivo londrino estreou-se em Portugal em grande. O "preto bonito" (sem qualquer conotação negativa) como sussuravam as meninas entusiasmou o publico e as suas musicas mostravam porque são uma das grandes bandas do momento.
Resumindo, uma grande edição de Paredes de Coura no ano em que os seus fundadores voltaram a pegar nas rédeas.

O Astronauta disse...

Rui,
obrigado pelo teu relato/opinião sobre Paredes. valeu.
Pena que We Are Scientists e Morrissey não tenham estado á altura...Abraços

Kraak,
em 2007 estarei lá! Este ano os planos sairam-me furados...Abraços

Extravaganza, nem me fales dos Bauhaus que eu nem acredito que os perdi outra vez...

Mr. Brightside disse...

Para os interessados encontram um rescaldo da edição 2006 do Festival de Paredes de Coura em http://s-2-s.blogspot.com/.

Saudações festivaleiras!

BadSeed disse...

Houve algumas decepções durante o festival... Infelizmente, algumas delas pertenceram a quem menos se esperava. E a chuva não justifica nenhum dos casos, tendo em conta que os Bauhaus deram um dos melhores concertos do festival.
(Para confirmar em http://recortesdosilencio.blogspot.com/ ).

PLANETA POP | RADAR 97.8

  • SÁBADOS | 23h-01h
  • DOMINGOS (repetição) | 15h-17h
  • SEXTAS-FEIRAS (repetição) | 23h-01h

POSTO-DE-ESCUTA

ARQUIVO:

DIREITOS

Creative Commons 

License