-->

PUB

PUB

Publicada por / domingo, 3 de setembro de 2006 / 5 Comments /

U-CLIC: ÁLBUM ADIADO PARA OUTUBRO (Update)


Os U-CLIC, um dos mais estimulantes projectos ligados à electrónica nascidos em Portugal nos últimos anos, editam o seu álbum de estreia - "CONSOLE PUPILS" - no próximo dia 16 de OUTUBRO, e não a 18 de Setembro, como aqui foi anteriormente referido. O registo, que chegará às lojas com o selo da editora NorteSul, será apresentado pelo single "ROBOT'N'ROLL", tema há muito conhecido por quem segue de perto a carreira deste trio de Tomar, formado por Luis Salgado (teclados, guitarras, voz), Filipe Confraria (voz) e Gonçalo Figueiredo (vj, teclados, laptop). Eis o vídeo que promove o single:

[OFF-TOPIC 1]: Eu gosto dos Scissor Sisters. Ele não. Ele vibra com as "confissões de adolescente" em formato canção da menina Lily Allen. Eu não. Ele ouviu aqui primeiro. Eu...não!Porém, neste assunto (e em muitos outros, convém que se diga...) estamos de acordo e em perfeita sintonia. Se me permites, caro POVD, faço minhas todas as tuas palavras. Todas elas. Sem excepção.
[OFF-TOPIC 2]: Finalmente tive oportunidade de ler o número 0,5 do jornal UM, a nova publicação da FNAC dedicada à cultura-pop. Confesso que depositava algumas expectativas na coisa, principalmente depois de saber que esta seria dirigida pelo JORGE MANUEL LOPES e que contaria com a colaboração regular de PEDRO GONÇALVES. Para quem não sabe, ou ainda não se apercebeu, "apenas" duas das três pessoas que melhor escrevem sobre música neste país. Pena que os belos textos assinados por ambos para este "número 0,5" tenham sido bárbaramente assassinados por uma composição gráfica desastrosa e inimiga do leitor. Um verdadeiro atentado ao bom gosto e...à vista. Espero melhoras para os próximos números "a sério" do UM. Caso contrário, duvido que lhe volte a pegar. Mesmo sendo grátis e dirigido por quem é.
Share This Post :
Tags :

5 comentários :

Spaceboy disse...

Realmente a nível gráfico está fraco, mas a mim não será isso que me vai deixar de ler o JML. So os textos dele sobre o "Drift" do Scott Walker e do "sexyBack" do Justin Timberlake me fazem querer ler tudo o que o senhor escreve. Gostei do UM, apesar de tudo, está repleto de bons textos, inteligentes, sem preconceitos. Aqui têm um leitor.

O Astronauta disse...

Spaceboy, não esteve, não está e nunca poderia estar em causa o JML. Concorde-se ou não com as suas opiniões, é sempre um prazer ler os seus textos. Complicado é conseguir lê-los no meio de tanta poluição visual. Essa é que é a questão. Até o "Raio-X" tem melhor aspecto que aquilo. Mas pronto, este foi o nº 0,5. É preciso dar algum desconto. Tenho esperanças que os próximos números sejam bem diferentes.

mago disse...

Ainda tenho que investigar esse nº 0,5, mas ter pior aspecto que o Raio-X parece ser um mau preceito...

Acerca do off-topic nº1, nem sei por onde começar... Mas se calhar é melhor deixar passar em claro todos os estereótipos insultuosos que lá estão (senão nunca mais acabava), e dizer que não faz sentido resumir as comemorações dos 100 anos do Sporting a uma tourada. Mas enfim.

O Astronauta disse...

Calma Mago,
permite-me um esclarecimento:
no 1º "off-topic" não está em causa o Sporting como instituição. Tenho muitos e bons amigos Sportiguistas. E para mais, para mim futebol não é sinónimo de fanatismo cego. Estão sim em causa as touradas, que eu considero uma perfeita aberração. E ninguém me convence do contrário, pelo que nem vale a pena perder tempo a tentar.
Teria a mesma postura se fosse o Benfica a organizar este tipo de barbárie. Exactamente a mesma.
Não confundir as coisas. Abraços.

mago disse...

Astronauta,

nunca pensei que estivesse em causa o Sporting, já que tal como tu tenho bons amigos Sportinguistas e também partilho da tua distância relativamente ao fanatismo cego. Para além do mais sou Benfiquista, pelo que podes ver que não foi claramente por aí que quis pegar.

Também não está em causa não gostar(es) de touradas, e achá-las uma aberração ou barbárie. Estás no teu direito. Para além disso não gosto de tentar mudar as crenças ou posturas de ninguém, já que também não gosto que tentem mudar as minhas.

"Insurgi-me" (assim mesmo, entre aspas), isso sim, contra alguns pontos referidos no texto que não passam de estereótipos insultuosos, e que são usados como argumentos contra quem gosta de touradas, e não contra as touradas em si.

Tudo é usado para caracterizar quem não abomina as touradas, e é de Direita ou Monárquico: dívidas, igreja ao domingo, empregadas ucranianas exploradas, filhos de orientação sexual duvidosa, abortos pagos em Espanha, ser pró-Bush, fumar charutos cubanos - é tudo exclusividade dessa gentinha que não abomina as touradas.

Portanto se eu não quero ser afligido por nenhuma destas "chagas" é melhor converter-me aos que condenam as touradas. Certo.

E pronto, assim se escreve um testamento (ainda por cima "não-musical"...). Dito isto, cheers.

PLANETA POP | MIXCLOUD

POSTO-DE-ESCUTA

ARCHIVE

DIREITOS

Creative Commons 

License