-->

PUB

PUB

Publicada por / segunda-feira, 4 de dezembro de 2006 / 10 Comments /

SEMPRE OS U2...


Pronto, já está. Não resisti. Perdi a cabeça. Apesar do preço (ainda assim, não tão elevado quanto eu esperava, tendo em conta a qualidade gráfica da edição...), apesar de nesta altura ter mais onde gastar o dinheiro e apesar dos dois últimos discos me fazerem recear pelo futuro da banda, sim, apesar de tudo iso, não consegui conter-me e ofereci a mim próprio uma prenda de Natal antecipada: o livro "U2 BY U2".
Embora não sejam a minha banda preferida, os U2 serão sempre uma banda especial. Há muito que Bono e companhia fazem parte da minha vida. Começei a ouvi-los muito novo, antes de terem sido descobertos pelo "grande público", numa época em que a rádio não passava as suas músicas, a imprensa não lhes ligava patavina, a MTV nem devia saber da sua existência e os seus discos não se encontravam à venda em supermercados. Naqueles tempos, inícios de 80, os U2 eram a típica banda de culto. Eram poucos os felizes possuidores dos discos do grupo e quem os tinha ou os emprestava aos outros para gravar ou ele próprio fazia cópias dos álbuns em cassetes áudio que depois distribuia pelos amigos. Era assim que a coisa funcionava. De resto, foi no velhinho formato cassete áudio que durante muito tempo ouvi os U2. O primeiro vinil dos irlandeses que adquiri foi o EP "WIDE AWAKE IN AMERICA", em 1985. Estava então longe de imaginar que, alguns anos mais tarde, aqueles quatro tipos de ar manhoso e roupas foleiras se tornariam na "maior banda rock do mundo". Penso que eles também não faziam ideia de que pudessem chegar tão longe. Mas chegaram. Por mérito próprio, convém que se diga. Essa a principal razão porque ainda hoje continuo a admirá-los. E pouco me importa que os últimos dois discos do grupo sejam apenas razoáveis, que o Bono ande por aí a armar-se em Madre Teresa de Calcutá, que o tema gravado com os Green Day seja uma estopada de todo o tamanho ou que a compilação "18 SINGLES" seja um disco absolutamente reduntante e dispensável. Para mim, os U2 serão sempre os U2. E nada do que façam no futuro poderá estragar aquilo que produziram no passado.
Em baixo, recordo um dos meus temas preferidos de toda carreira da banda: "THE UNFORGETTABLE FIRE", o tema que dá título ao álbum com o mesmo nome: Maravilhoso. O tema e o vídeo. Vejam:


CORREÇÃO: Oops, lapso meu. Contrariamente ao que tinha escrito em cima, o tema "The Unforgettable Fire" faz parte de uma das três compilações editadas pela banda. Mais precisamente do "BEST OF: 1980-1990". Obrigado ao AZELPDS por me ter chamado a atenção para esse facto. Sorry!
Share This Post :
Tags :

10 comentários :

Luís António Coelho disse...

Maravilhosa canção dos U2. E o álbum, a que ela dá título, ainda é o meu preferido de toda a sua discografia.

NArez disse...

Os grandes velhos tempos dos U2. O problema foi qd eles se renderam à máquina toda à volta deles, mas ainda assim fazem algumas canções decentes por album.
Às vezes os best-of servem tb para "fazer as pazes" com as bandas; se este dos U2 é redundante, o que dizer dos Oasis? Confesso que não lhes ligava nada desde há alguns anos mas comprei agora o best-of e está uma coleçãozinha fantástica de música pop. Foi o que me aconteceu com o duplo best-of dos U2 que saiu há pouco tempo, sair agora este "não havia necessidade".

Azelpds disse...

Ya, é mesmo excelente, e infelizmente muito boa gente não dá o respectivo crédito a esta banda, que desde o primeiro album, Boy em 1980, tornou-se de culto e uma das primeiras referências do pós-punk em conjunto com os Joy Division, Echo & The Bunnymen e outros.:)

PS: Para quem não quiser comprar o album e gostar de best Ofs, eles por acaso até incluiram a mesma na compilação "U2 - The Best Of: 1980-1990"

:)

Luis Baptista disse...

Sim, nesta epóca ainda se justificavam, hoje em dia é uma perca de tempo, a todos os níveis.

Strumer disse...

A "maior banda do mundo" até tem "algum valor"!;)dignos de uma carreira fantástica, após de muitos e bons albuns, actualmente realizam trabalhos não tão bem conseguidos (incluindo ag este registo de singles que não é mais que um best of natalício..). Mas isso acontece a qualquer banda, e estes rapazes são realmente bons...
Merecem o destaque!
abraço

Azelpds disse...

no problem em relação à dica da compilação. :)

Com o post que fizeram e esta conversa, foi da maneira que ontem acabou por me apetecer passar esta faixa dos U2 numa noite efectuada no Cacém lol.

Uma pessoa conhece tanta coisa que é normal esquecer-se que até tem isto ou aquilo, como tal fez-se algo como "luz" horas mais tarde depois de ter visto o post aqui em relação aos U2 e o video da faixa. :)

Embirrante disse...

Fantástico, não sou a única com a panca do "Unforgettable fire", eheheheh! Astronauta, não percebi a correcção, esta canção ESTÁ no álbum com o mesmo nome!

O Astronauta disse...

A correcção refere-se a algo que eu tinha escrito e que entretanto apaguei. Dizia eu que, infelizmnte, este tema não constava em nenhuma compilação do grupo. Engano meu! Claro que está, no "Best Of 1980-1990".
Cheers!

António Caeiro disse...

Grande tema!

playlist disse...

Adorei o teu texto! Este é um tema maravilhoso incluído num dos melhores discos da banda. Como disseste, uma vez, e bem, os U2 e Brian Eno juntos sempre fizeram coisas maravilhosas.
Abraço

PLANETA POP | RADAR 97.8

  • SÁBADOS | 23h-01h
  • DOMINGOS (repetição) | 15h-17h
  • SEXTAS-FEIRAS (repetição) | 23h-01h

POSTO-DE-ESCUTA

ARQUIVO:

DIREITOS

Creative Commons 

License