-->

PUB

PUB

Publicada por / sexta-feira, 10 de agosto de 2007 / 3 Comments /

[OFF-TOPIC]: REFLEXÕES SOLTAS EM TEMPO DE FÉRIAS


Sendo as férias, por excelência, um período propício à quebra de rotinas, durante as últimas duas semanas apenas por uma vez me aproximei de um computador com ligação à Internet. Aproveitei para por em dia as novidades e visitar os blogues do costume. E foi num desses blogues, no POSSO OUVIR UM DISCO, que tomei conhecimento da justificação que Nuno Santos deu ao Provedor da RTP a propósito da miserável cobertura que o seu canal fez do LIVE EARTH. Sinceramente, não me surpreendeu a resposta do Director de Programas do canal do Estado. Não esperava outra. Neste país, há muito que sabemos que quem manda e tem responsabilidades nunca erra ou se engana. E, acima de tudo, raramente se retrata publicamente dos seus erros. Sim, neste país, há muito que a culpa morre solteira. Sabemos disso. Estamos também cansados de saber que nesta "república-das-bananas" quem manda e decide acha que tem sempre razão, mesmo quando cometem as maiores atrocidades, as trapalhadas mais grosseiras. Apesar de todas as críticas vindas de diversos sectores, o Director do canal Público, continua convicto que tomou a melhor decisão na abordagem ao evento. Pois, eu acho que...não! Como se viu, não fui o único.
Para que fique claro: nada me move contra o Nuno Santos. Bem pelo contrário. Reconheço o seu o seu excelente trabalho â frente da RTP. Conseguiu arrumar a casa e transformar o canal do estado numa televisão mais “pública”. Sempre tive uma ideia do Sr. Nuno Santos como sendo uma pessoa inteligente, competente e sensata. O que torna ainda mais incompreensível todo este epísódio em redor da transmissão do "Live Earth" e, a cima de tudo, as desculpas
esfarrapadas que arranjou para justificar o injustificável. Para mais, fica-lhe um pouco mal passar atestados de ignorância e de burrice a quem não subscreve as suas ideias e opiniões. Recordo-lhe que as tais "pseudo-elites culturais” que tanto despreza também pagam os impostos que sustentam a RTP.
P.S.: Em Inglaterra, a BBC pediu publicamente desculpa aos fãs dos Metallica por ter interrompido a actuação da banda. Enfim, quem quiser que tire as suas próprias conclusões…
--->
É nestas alturas que dou valor aos canais por cabo. Depois de quinze dias a viver apenas com quatro canais de televisão, cheguei à inevitável conclusão de que se não existissem canais por cabo (não todos, como é óbvio...) raramente ligaria o televisor cá de casa. Exceptuando os noticiários, um ou outro jogo de futebol, o humor dos Gatos e algumas das séries que vão passando pela RTP 2, a verdade é que pouco mais há de atractivo na programação dos quatro canais terrestres nacionais. Por outro lado, não faltam motivos para evitar a tv generalista: as novelas atrás de novelas, os concursos aborrecidos, os talk-shows matinais para mentecaptos, o Cláudio Ramos, os intervalos publicitários com 15 minutos de duração, os horários que não se cumprem, o Cláudio Ramos, séries brilhantes como o “The Shield” atiradas para as madrugadas, os berros da Júlia Pinheiro, o Cláudio Ramos...Enfim, venha o diabo e escolha. Felizmente, existe uma alternativa a esta televisão: alguns canais de cabo e, acima de tudo, a Internet. Pelo menos por estes lados, já se passa mais tempo em frente ao monitor do PC do que ao televisor da sala...
--->
E porque nem tudo o que passa na televisão (generalista) é lixo que deve ser evitado a todo o custo, faço a minha vénia a “Weeds”, a nova série das noites de segunda-feira na RTP 2. Mais uma grande série para seguir religiosamente.
--->
P.S.: Triste constatação: é mais fácil encontrar armas de destruição maciça no Iraque do que um bar/discoteca na Praia-da-Rocha onde se escute música decente. Até o Kanye West se aturava...
Share This Post :
Tags :

3 comentários :

My_Little_Bedroom disse...

Qual humorista de hoje em dia, acho que o meu programa preferido da RTP1 vai quase passar a ser o do Provedor da TV, só para ver as asneiradas todas, não só da RTP como até de alguns portugueses, esses sim "pseudo-elites" - ainda por cima falsamente moralistas - que, por exemplo, abrem a boca para falar de programas de educação sexual para os mais novos, quando nada daquilo tem conteúdo seuxal explícito.

Em relação a esses bitaites, podes acreditar que apenas o facto de nos apelidarem de "pseudo-elites" chegou e sobrou para ler até ao fim essa resposta do "Programa do Provedor" (mais um exemplo daquilo a que quase chamo "ditadura muda": as pessoas queixam-se mas a história continua...) e chegou também para atormentar o meu início de férias. Estou à beirinha de inaugurar a nova cara do estaminé com um artigo sobre isso.
Então havias de ter visto sobre a história dos downloads ilegais na mesma RTP1, uma coisa chocante: o Tim dos Xutos & Pontapés a dizer que ganham mais por 30 segundos das suas músicas (toques de telemóvel) que por uma música inteira (iTunes), e a SIC, que passa sempre as mesmas besteiras até ao Jornal da Noite ao fim de semana e às 2 ou 3 da manhã passa alegremente "A Última Hora" do Spike Lee. Haverá paciência?

Há. Há paciência para pôr a TV num canal de música (MTV2 ou por vezes MTV Music) e quando me fartar de ver os mesmos videoclips (porque também os repetem), ligo o streaming na Radar e passo horas a fio ao PC, já que não há praia nem disposição para ir às 2 ou 3 da tarde com um sol dos diabos à rua e só dá para umas voltas de bicicleta lá para a tardinha...

P.S: Ainda não vi muito das novas séries da RTP2 e tenho a ligeira sensação que já me estou a arrepender...

Como o caro POVD diz, "Agradeço ao Serviço Público prestado pela RTP ao oferecer-nos uma tourada a finalizar antes das 2o.00H. É pena não ser de morte porque podiamos cortar logo o bife e pô-lo a grelhar, não era?"

Cheers...

Anónimo disse...

Já tinha deixado aqui um comentário de agradecimento pela menção mas a máquina parece que o engoliu.


Povd

Cláudia disse...

O meu comentário vai para o P.S.
Não podia concordar mais! A Praia da Rocha vive do Sasha, de house recauchutada e de coisas tão más como a Katedral! Sobrevive-se com um iPod...

PLANETA POP | RADAR 97.8

  • SÁBADOS | 23h-01h
  • DOMINGOS (repetição) | 15h-17h
  • SEXTAS-FEIRAS (repetição) | 23h-01h

POSTO-DE-ESCUTA

ARQUIVO:

DIREITOS

Creative Commons 

License