-->

PUB

PUB

Publicada por / sexta-feira, 13 de outubro de 2006 / 20 Comments /

VÍDEO: THE KILLERS "READ MY MIND" (LIVE)


"SAM'S TOWN", o novo álbum dos THE KILLERS, tarda em conquistar os meus ouvidos. Não por ser o pior disco de todos os tempos, como parece querer convencer-nos o senhor Vitor Belanciano nas páginas do Y desta 6ª feira (aquele 1/10 é um disparate total, mesmo vindo de quem vem...). Simplesmente, falta-lhe boas canções. Só isso. E sem boas canções, já se sabe, não há disco que sobreviva. No entanto, e apesar da pomposidade flácida e inconsequente que atravessa grande parte do registo, nem tudo em "SAM'S TOWN" é mau ou dispensável. Exemplo disso é "READ MY MIND", muito provavelmente, a melhor canção do álbum. E uma das poucas onde a voz de Brandon Flowers não soa como a do Meat Loaf... (Aaarrrrghhhh, só de pensar nisso, fico com arrepios!)
O vídeo que se mostra aqui ao lado foi gravado num concerto "secreto" que os THE KILLERS efectuaram no passado mês de Agosto, em Las Vegas.
É tudo por hoje. Tenham um bom fim-de-semana.

Share This Post :
Tags :

20 comentários :

Anónimo disse...

Apesar de concordar com algumas coisas que o senhor V.B.(como ele próprio assina)disse a respeito do novo album dos "El Matadores", acho que 1/10 é um abuso tremendo. Eu que normalmente aprecio as críticas do mesmo, considero que "...uma banda que personifique o que há de mais vazio e ostentatório na produção musical actual..." passou das marcas. A banda não é oca, como afirma e compará-los com Bon Jovi, sem comentários.

Rui Vieira disse...

Como sempre, uma vez por semana, lá venho ao Planeta Pop com a mesma religiosidade com que nos idos 80's abria as páginas do BLITZ.
Gostaria imenso de acompanhar diaramente o Blog e de comentar amíude, mas a cadência de posts é tal, que sinto sempre que já chego atrasado.
Tudo isto para dizer, que apesar de raramente comentar, já não conseguia passar sem o Planeta-Pop.
Obrigado ao Astronauta pelo trabalho, e pelos "comentadores oficiais" que lhe vão demonstrando a sua atenção e motivando para continuar em órbita.

P.S. - Tenho muitas dificuldades em aceder ao Planeta-Imagem. Surge a indicação "a abrir elemento de multimédia..." e assim fica ad-eternum. Serei só eu?

calvin disse...

Nossa, eu fui pego pelo Killers. nao achei a pior coisa do mundo, mas tb axredito q a banda poderia ter feito melhor... gosto dos singles ao menos

JAAS disse...

eu tb fiquei surpreendido quando passei os olhos pelo Y. ker dizer, 1/10 é mais ou menos o que deram aos Panic At The Disco! acho que os The Killers não atingiram um ponto tão baixo!

é vdd que lhes faltam canções sonantes, e tb acho que o disco vai ficando progressivamente mais irritante perto do fim.

Kraak/Peixinho disse...

Podes crer... O disco soa muito a Meat Loaf, U2, Bruce e até Waterboys. O álbum não é famoso, mas acho um perfeito disparate atribuir-lhe 1/10. Gosto muito do tema "For Reasons Unknown".

Hugzz!

Anónimo disse...

o que ja ouvi do album, é deveras mau...

Extravaganza disse...

Assim à 1ª audição soa-me um bocado a feira popular/carrinhos de choque... Só lá falta a Bonnie Tyler...
Depois dos Stills, isto...
Vou chorar!!!!!

23 disse...

Agraciados por terem sido directos,youthful e abertamente mercantilistas. Vaiados por quererem forçar um falso amadurecimento e engendrar "substância". Tragédia grega... mas tem a sua piada.

O Astronauta disse...

Obrigado a todos pela vossa participação e comentários.

Rui,
para conseguires ver correctamente o vídeo no "planeta-Imagem", sugiro uma actualização do Windows Media Player. Em principio, isso deve resolver o problema.
P.S: - obrigado pelo teu apoio. Espero que continues a visitar este Planeta com a mesma religiosamente com que o tens feito. E comenta sempre que te apetecer. Mesmo que seja para discorar das minhas opiniões. Abraços.

Anónimo disse...

Após uma primeira audição (e só uma) este novo álbum dos The Killers, não sendo uma obra prima não desmerece e o sr. do Y se calhar exagerou um bocado (ou quem sabe, tanto falatório também ajuda a vender o disco).

Aproveito este espaço para também eu dar os meus parabéns ao Astronauta pelo trabalho que tem feito ao longo do tempo.

Se possível, não dispenso uma visita diária para ficar actualizado relativamente ao que se passa no Planeta Pop.

Os vídeos são normalmente "em cima do acontecimento" (e já me aconteceu muitas vezes ver o vídeo antes de ouvir a música), as notícias fresquinhas e as críticas geralmente "na mouche".

Por estas e outras razões quero daqui enviar os meus parabéns a este Astronauta (seja lá quem ele for mas só pode ser boa pessoa) e que continue a fazer o seu trabalho desta maneira brilhante.

O Puto disse...

Sobre os Killers não me pronuncio, pois não tinha qualquer expectativa em relação ao álbum. Vieram alimentar um ódiozinho de estimação (isto é raro acontecer) que nutro por eles. Agora, não concordo contigo quando dizes que "sem boas canções (...) não há disco que sobreviva". Penso que o mais correcto seria que, num disco de canções, se estas não forem boas, o disco não sobrevive. Conheço muitos discos bons sem canções.

mago disse...

Precisamente o que comentei com um amigo meu depois de passar os olhos pelo Y, quer dizer tudo bem que o álbum é mau (na minha opinião), tudo bem que defraudou e muito as expectativas (as minhas), mas pá... 1/10? Eu não me lembro de nenhum álbum que tenha tido tal "honra" por parte do Y.

Quando um álbum é mau dão uma nota pelo 4, e o único que me lembro de dar menos que isso (um 2) foi um senhor chamado João Bonifácio que no meio de outros disparates (na minha opinião) dizia cobras e lagartos dos Kings Of Convenience nessa crítica de um "produto subsequente".

Mas pronto, como a Blitz agora não diz mal de nada (parece mal...) o Y deve querer preencher o vazio.

jonhy guitar disse...

meu caro astronauta,agradeco-lhe o papel de divulgador que tem sido feito neste seu singelo blog!
a luta pela pop de "bom-gosto" a si deve-lhe alguma coisa,no entanto,penso que podemos dizer o mesmo do sr.vb,sendo até mais alternativo e radical que o meu caro astronauta,pelo que não deve ser criticado mas apoiado,mesmo que com ele não concordemos.
quanto ao 2ºdos killers que dizer...se o 1º já não era grande coisa este é francamente mau.no meu entender está bastante proximo do balofismo dos bon jovi o que é muito mau!!!portanto para mim 0/10

O Astronauta disse...

Olá Johny guitar,
Obrigado pelo apoio e pelas palavras simpáticas que sabe sempre bem ouvir.

Quanto ao VB, não escondo que é um critico que não gosto de ler. E não é por ter gostos bastante diferentes dos meus. Tem mais a ver com a forma como (não) sustenta e fundamenta as suas opiniões. Não coloco em causa a sua honestidade profissional, o seu "know-how", a sua competência, mas penso que por vezes escreve coisas que não lembram ao diabo, autênticas alarvidades que não ficam bem numa pessoa com as suas responsabilidades.
Quanto ao que escreveu sobre os The Killers, não esperava outra coisa vinda dele. Se todos sabem que o VB nunca gostou da banda, era agora com um disco de ruptura como é este "Sam's Town" que ele lhes ia começar a tecer rasgados elogios? Não me parece! Imagine-se o caro Johny Guitar a escrever sobre os The Killers. Teria algo de positivo para dizer sobre a banda? Pois...Então, porquê ele? Não havia mais ninguém no Y para escrever sobre o disco? Ou será que o VB andava mortinho para desancar a banda? Enfim...na verdade, pouco ou nada me interessa o que o VB pensa ou não sobre os The Killers: este disco pode ser mediano, mas eu gosto bastante deles à mesma, penso que são uma excelente banda e tenho a certeza ainda vão voltar a fazer grandes discos. Ou não...ou não...
Abraços

jonhy guitar disse...

caro astronauta,obrigado pela simpática resposta!quanto ao vb e embora não concorde consigo não posso dixar de respeitar a sua opinião.não concordo porque me parece que num portugal em que a música é bastante maltratada e a critica não gosta de correr riscos alhinhando em modismos que me parecem inesperados e escusados,alguêm que escreve contra-corrente deve ser enaltecido e respeitado até porque nos abre os ouvidos para sons que não são habituais(para mim pelo menos)
quanto aos killers o que o meu caro astronauta expressa é um desejo e não uma critica.o disco é muito mau porque é um falso épico balofo,gongorico levando-se demasiado a sério diria mesmo que num registo antiquado em que p.e. os midnight oil(que não aprecio)são bastante melhores!dizer que quem faz isto pode ser uma excelente banda é apenas "wishfull thinking".não leve a mal o meu desabafo e continue o bom trabalho.
abraço

O Astronauta disse...

Caro Johny Guitar,
não podia estar mais de acordo consigo quando afirma que "...num portugal em que a música é bastante maltratada e a critica não gosta de correr riscos alhinhando em modismos que me parecem inesperados e escusados,alguêm que escreve contra-corrente deve ser enaltecido e respeitado até porque nos abre os ouvidos para sons que não são habituais...". Repito, concordo em absoluto. Só não me parece que o VB encaixe na descrição pois, apesar de reconhecer que sendo verdade que o senhor não alinha em certos seguidismos, também é verdade que alinha em certas tendências de opinião que também me parecem discutíveis (apesar de perfeitamente ligitimas). Por outro lado, e se quer que seja sincero, falar mal dos The Killers nesta altura do campeonato parece-me tudo menos um acto contra-corrente. Bem pelo contrário. Sinceramente, acho que o senhor VB fez questão de ser ele a escrever sobre "Sam's Town" precisamente para vincar uma posição de "outsider" que me parece tão forçada como o próprio disco dos the Killers. Contra-corrente seria vê-lo escrever a dizer mal de uns Arcade Fire, do Tom Waits ou desse Deus do hip-hop chamado Kanye West. Percebe onde quero chegar?
Por fim, e ainda a propsóito dos Killers, queria apenas deixar claro que admiro-os pelo que fizeram em "Hot Fuss" e, como é óbvio, não por este "Sam's Town". Penso com toda a convicção que são uma óptima banda. Tenho a certeza que ainda vão fazer coisas válidas. É a minha opinião. Não adbico dela por nada, mas também não a pretendo impingir a ninguém.
Johny, obrigado por esta estimulante "discussão". Volte sempre. Será sempre bem-vindoa este Planeta.
Um abraço.

Nuno Arez disse...

caro astronauta,
tenho o mesmo sentimento que muitos já têm expressado - recorrer diariamente ao planeta pop é a religiosidade que faltava após a saída de cena do verdadeiro blitz (aquele que não se rendia às beyoncés e aguilleras). obrigado pela divulgação de tantas boas bandas novas, espero que seja para continuar por muitos anos.
Quanto aos Killers: sem dúvida é um album bem pior que o "hot fuss"; mesmo assim, já me vou rendendo a algumas das músicas. como tenho o hábito de ouvir muita música enquanto conduzo e em altos berros, o album acabou por me conquistar em alguns bons momentos, "read my mind" e "when we were young" sem dúvida, "bling" e "bones" talvez. é pena que tenham estragado as boas ideias com pomposidades absurdas (ridículo o número de músicas com "coiros" a 2 ou 3 vozes).
Penso que mudaram para agradar aos críticos que diziam que eram pouco americanos e muito europeus, aguardo para ver se todos os próximos albuns das bandas do "eixo joy division-duran duran" vão sofrer do mesmo mal (será apenas um fenómeno português a existência de tantos criticuzinhos com estranhas azias agudas para com estas bandas?).
Aproveito para perguntar - o planeta pop chegou a falar dos Hope Of The States? Das novas bandas que me têm interessado creio que será das poucas que não passou por aqui. fiquei rendido a eles pela musica "blood meridian" com magnifico video a acompanhar, e o album "left" tem mais coisas boas.
Abraços.

Mig-l disse...

Olá a todos.

Não leio o «Y». Não leio qualquer suplemento de jornal, e/ou revista Portuguesa, que «fale» sobre música. Leio a Filter, a Uncut, e algumas fanzines de N.Y, L.A e ST (sem ter a mania que sou «bom» ou culto, nada disso! apenas opção) Porquê? Por motivos de que se não tiverem uma certa «atenção» (os escribas...) por parte de «alguém», o disco, performance, espectáculo «ao vivo», no minimo é uma merda.

Os Killers? a melhor observação que li, e que concordo, tem a vêr com Management (da banda). Sabe-se que B.Flowers tem um Ego do tamanho do mundo; sabe-se que veste Dior (!!! que bem!!), mas FICÁMOS a saber que a direcção de «Sam's Town» não foi a melhor.

Chegar ao ponto de um senhor, como aquele, que equiparou o novel dos The Killers a Bon Jovi, é o «mesmo» que dizer que quando estou no Bar do Lux e sei que esse senhor está a pôr «música»,equivale a dizer que não é musica o que ouço. Mas eu sei que são meras opiniões.

A partir daqui parece que 2006 para alguns nomes FORTES DE 2005 É UM ANO DE APRENDIZAGEM, e sobretudo Maturação.

Maturação talvez sekja do meu ponto de vista, algo que muitos aínda não atingiram quando se propoêm a avaliações....

Saudações.

O Astronauta disse...

Olá amigo Puto,
sim, tens razão. Quando escrevi que "sem boas canções (...) não há disco que sobreviva", referia-me, naturalmente, a discos de bandas/artistas que fazem da escrita de canções o seu ofício. Como é o caso dos the Killers. Não sabia que não gostavas deles. "Shame on you!" eh eh...

Nuno Arez,
Obrigado pela tua opinião e pelas palavras de apoio.
Ainda aqui não falei dos HOPE OF THE STATE, pois ainda não ouvi o álbum. Quando o fizer, se gostar, terá o destaque merecido. Abraços.

mig-l,
Obrigado também a ti pela tua válida opinião.

Abraços a todos.

Lazyguilherme disse...

A musica "bones" é excepcional! Será um grande single. A entrada 'meat loaf' não é suficiente para estragar a musica.
Muito pouca gente gostou da álbum á primeira. Nem mesmo á segunda. Hoje ja muitos tem uma opinião diferente.

PLANETA POP | RADAR 97.8

  • SÁBADOS | 23h-01h
  • DOMINGOS (repetição) | 15h-17h
  • SEXTAS-FEIRAS (repetição) | 23h-01h

POSTO-DE-ESCUTA

ARQUIVO:

DIREITOS

Creative Commons 

License