-->

PUB

PUB

Publicada por / segunda-feira, 9 de março de 2009 / 3 Comments /

Vídeo-Post | YEAH YEAH YEAHS "ZERO"


Agora que todos já ouviram "IT'S BLITZ" (excepto, claro está, o Tozé Brito...), fiquem com o vídeo de "ZERO", o novo single dos YEAH YEAH YEAHS. O teledisco foi dirigido pelo Nova Iorquino Barney Clay.
Recorde-se que o lançamento digital do álbum foi antecipado para o próximo dia 10, depois deste ter caído na rede. Malditos piratas! A versão em CD sai a 6 de Abril, como estava inicialmente previsto. Já está na minha lista de compras...
Share This Post :
Tags :

3 comentários :

Poppe1 disse...

Em primeiro lugar á que dizer que é um grande tema e um belo vídeo.
Em segundo, como é que consegues ter o video?
Ando a tentar postá- lo e não consigo em lado nenhum, deves ser intimo da karen e do Nick.
Terceiro, como é que o download legal pago vai evitar que as pessoas descarreguem tudo de forma gratuita?
Antecipar ou não é igual, ou será que estou a ver mal?

Um abraço

O Astronauta disse...

Olé Poppe1,

É sim senhor, um belo tema e um belo vídeo.
não, infelizmente, não sou amigo íntimo da Karen e do Nick. Eh eh...
o vídeo está no site do IOL britânico/europeu. É só copiar o código html e...voilá!

Quanto aos downloads, o grande drama da indústria discográfica é mesmo esse: como convencer uma geração que se habituou a ter a música de graça a pagar por ela. Neste momento não há nada para antecipar. Isso tinha de ser feito na altura em que surgiu o Napster. Os tipos das editoras deviam ter pensado o seguinte: "esperem lá, antes que o Napster se banalize e daqui a uns anos toda a gente comece a fazer downloads a torto e a direito, vamos aliar-nos ao Napster e começar a vender pacotes de música a um preço acessível, que não justifique o roubo". Eu não me importo de pagar por música a um preço justo e acessível. É uma questão de principio: gosto de recompensar quem trabalha e tem talento. Se não for assim, os futuros Bowies, Becks e afins, em vez de se dedicarem à música, vão preferir ir trabalhar para as obras para sustentar a família. Não é assim?

Abraços

Poppe1 disse...

Fixe! Já consegui o video.
Obrigado.
Em relação aos downloads não tenho uma opinião muito formada.
O que posso dizer é que continuo a comprar música como o fiz em toda a minha vida, mas, nunca aconteceu ter descarregado um álbum e posteriormente ir comprá-lo.
O que se passa comigo é que tenho comprado música antiga e alguns maxis de coisas que não estão disponiveis, ou que eu não encontro.
Que tem de ser encontrada uma nova forma, equilibrada de comercializar a música, parece-me obvio que sim.
Qual?
Como dizem os marroquinos, um bom negócio tem de ser bom para as duas partes.

um abraço

PLANETA POP | RADAR 97.8

  • SÁBADOS | 23h-01h
  • DOMINGOS (repetição) | 15h-17h
  • SEXTAS-FEIRAS (repetição) | 23h-01h

POSTO-DE-ESCUTA

ARQUIVO:

DIREITOS

Creative Commons 

License