-->

PUB

PUB

Publicada por / terça-feira, 6 de setembro de 2011 / 2 Comments /

Vídeo-post | WHITE LIES "THE POWER & THE GLORY"


"THE POWER & THE GLORY", um dos bons temas presentes em "RITUAL", o mais recente álbum dos WHITE LIES, acaba de ser editado em single. O vídeo que suporta o tema foi gravado ao vivo na mais recente digressão europeia do grupo, a mesma que passou pelo palco do Alive!11 em Julho. Podem vê-lo a seguir:


Continuo a gostar destes tipos, apesar de serem um pastiche dos Joy Divison, blá, blá, blá... Gosto mais deles do que da maioria das bandecas "indie" que todos os dias chegam à blogosfera a cantar em falsetto e que me soam todas a uma mistura de Beach Boys com Bee Gees e Talking Heads. Para esses é que já não há paciência. Nunca houve muita, na verdade...
Share This Post :
Tags :

2 comentários :

Anónimo disse...

verdade a última parte, mas amigo, White Lies não são um "pastiche" dos Joy Division. At all.

O Astronauta disse...

"...White Lies' musical style has been described as dark yet uplifting by the media, drawing comparisons to Joy Division, Editors, The Bravery and Interpol...." - Wikipedia
-
"...White Lies take sonic cues from the likes of Joy Division, the Teardrop Explodes, and Echo & the Bunnymen..."
-
"...before diving headlong into the entire rhythm section - bassline, drumbeat and all - from Joy Division's 'Atmosphere'. If there's any time where White Lies' authenticity is brought into doubt it is here, at this uneasy midpoint of the record."

Não sou eu que os considero um "pastiche" dos Joy Divison, caro amigo. É toda a gente que os vê assim. Como podes verificar por estes 3 excertos de textos captados ao acaso depois de uma rápida busca no Google, os White Lies sempre foram comparados aos Joy Division. E o meu "blá blá blá" até foi mais no sentido de criticar um pouco essa eterna comparação, que eu considero fácil e preguiçosa. Agora, que há elementos dos Joy Division nos White Lies, ai isso há. Só quem não conhece Joy Division ou não cresceu com a sua música é que pode dizer o contrário. Desde a voz (quem cantava daquela forma, com aquele tom grave de barítono, era o Ian Curtis. Mais ninguém...), até ao baixo, passando pela atmosfera soturna e densa das próprias músicas. Sim, há muito de Joy Division nos White Lies. No entanto, acho que eles conseguem destilar essas influências e criar um som que acaba por ser muito próprio. Não original, mas muito próprio. Mais épico, até, em certa medida. São assim uma espécie de "Joy Division de estádio"...eheh...Ou seja, e para rematar a conversa: é verdade sim que eles vão buscar muito aos Joy Division (e não interessa se em segunda ou terceira mão), mas também é verdade que têm uma personalidade própria. é a minha opinião. Abraço.

PLANETA POP | RADAR 97.8

  • SÁBADOS | 23h-01h
  • DOMINGOS (repetição) | 15h-17h
  • SEXTAS-FEIRAS (repetição) | 23h-01h

POSTO-DE-ESCUTA

ARQUIVO:

DIREITOS

Creative Commons 

License