-->

PUB

PUB

Publicada por / quinta-feira, 23 de agosto de 2007 / 13 Comments / ,

PRÉ-ESCUTA: DURAN DURAN "SKIN DIVERS"


"RED CARPET MASSACRE", o novo álbum dos DURAN DURAN apenas deverá chegar ao mercado no início de Novembro, no entanto, aos poucos, começam a vazar na Internet alguns temas do disco. Depois de "NIGHT RUNNER" e "FALLING DOWN" (que deve ser o primeiro single extraído do álbum), eis que é conhecida uma versão que se diz não masterizada de "SKIN DIVERS". Importa referir que esta foi uma das faixas produzidas e co-escritas por TIMBALAND. De resto, dez segundos depois do tema arrancar percebe-se de imediato que este foi produzido por Timbo, uma vez que nele se detectam todos os tiques e truques que caracterizam as suas produções: os ritmos mecânicos e repetitivos, o baixo gordo, as linhas de sintetizadores bem marcadas, as batidas funky "hi-tech" e até o "rap" da praxe. Os admiradores do "som Timbaland" encontram aqui todos os ingredientes para apreciar esta nova viragem de 180º na sonoridade dos "wild boys". Por outro lado, os fãs mais "conservadores" da banda - aqueles que ainda vivem agarrados a um passado que não se repetirá - vão receber este "Skin Divers" com natural desconfiança e rezar para que o resto do álbum soe mais a Duran Duran e menos a Timbaland. Pela parte que me toca, confesso que gostei bastante do que ouvi. Ouçam e tirem as vossas próprias conclusões:

Share This Post :
Tags : ,

13 comentários :

Nuno Galopim disse...

OK... Assim, sim. O Night Runner é um perfeito desastre, mas aqui tudo faz sentido. E há marcas evidentes DD. As teclas longas que estabelecem textura de fundo, escola Nick Rhodes, e um baixo com sugestões 'disco' que, numa mistura final, eu teria puxado mais... Mas é Timbaland quem manda... E aqui mandou bem... Não tem força de single, mas é um bom tema para álbum.
Ufff!

O Astronauta disse...

Sim, também me agradou mais este tema que o "Night Runner". Isto, apesar de também gostar do "Night Runner", que me parece estar a ser precocemente julgado. Tenho a certeza que a versão de estúdio, de alta qualidade, ainda vai mudar muitas opiniões.
Voltando ao "Skin Divers", é verdade que exibe marcas evidentes dos DD, embora no global soe mais a Timbaland que a DD.
Dos três temas conhecidos, o "Falling Down" parece-me o mais "fraco". É um bom tema mas não deslumbra. Estranho a sua escolha para single, principalmente quando se tem no disco uma canção como "The Valley"...
Cheers!

NArez disse...

as bandas que se agarraram demasiado ao passado ou já acabaram ou andam a fazer espectáculos em las vegas.
os dd souberam sempre evoluir, e embora com fases de pouca visibilidade, já cá andam há quase 30 anos. mesmo q muita gente não lhes dê o devido crédito, nenhuma banda duraria tanto tempo sem ter qualidade, e a deles é indiscutivel.
gosto desta musica, e de outras q já ouvi, tenho expectativas q o album seja melhor q o astronaut, que não é mau mas se fica um pouco pelas meias-tintas.
é engraçado verificar que os blogues q têm disponibilizado streams das novas musicas têm centenas de comentários, poucas bandas devem ter base de fans tão fiel.

Astronaut2005 disse...

Mais uma vez os DD nos vão surpreender com mais um album, quer seja pela positiva ou não.
De acordo com o que já ouvi dos novos temas (Nite Runner, Falling Down e Skin Divers)só o NR me deixou desiludido. A música têm a batida que se quer nos dias de hoje mas perde na parte do refrão. A música deveria ser mais alegre. Opiniões. Quanto ao album, estou muito curioso para ouvir na totalidade. Para quem é fan, desde 1981, o novo som dos DD (mais do Timbaland e Timberlake) é uma viragem de 180 graus, é certo. Mas espero que não seja todo o disco assim porque os DD são músicos e não rappers que usam drum machines e samplers ao montes, etc. Não é uma questão de ser agarrado ao passado, mas uma questão de não vender a alma ao diabo. Penso que o meio termo é o ideal. Mas vamos esperar pelo novo album a sair em Novembro.

Anónimo disse...

Afinal sempre há algo em que sou "conservador".


Povd

nImpossiblePrince disse...

Ao contrário de muitos, eu adorei! Já ouvi 3 faixas e gostei bastante incluindo a N.Runner.

Que venha este álbum também.

elliot disse...

Dos 3 temas conhecidos este é sem duvida o melhor. Falling Down peca pela mediania. Depois de aliciar uma plateia durante largos meses oom a promessa de um disco produzido pelo Timbaland, arremessarem um Falling Down como single é esconder o rebuçado à criança. Realmente concordo com o Paulo Garcia; O The Valley é bem melhor que qq dos temas já conhecidos e seria até à data, também na minha opinião, o melhor single. O Nite Runner é descafeínado, falta-lhe um travozinho. O Skin Divers também me parece que não estará masterizado, pois há oscilações de som que um profissional não permitiria. Corrijo, um profissional estrangeiro, pois já ouvi bastante merda lusa, muito mal equilibrada, e não obstante, com boas criticas, nomeadamente os Post Hit (ou como seriam os DD se vivessem num país latino 3º mundista e não tivessem um pingo de inspiração e talento - só falei deles pois sei que sao fans dos Duran - Perdoem-me se por acaso lerem isto ).
O tema Red Carpet Massacre tb me pareceu forte embora não seja um single (parece retirado do Liberty mas com produção, ao contrário desse album maldito) e já o Box Full of Honey é um caso estranho. Há alturas que o ouço e não passa de um tema xaroposo dos DD, noutras parece feito da filigrana mais pura e que qualquer ourives sonhava um dia, deitar a mão.
Mas isto sou eu...

Anónimo disse...

Ora bem...

Sendo eu uma fã (um pouco) conservadora dos Duran Duran, devo confessar que foi difícil render-me a este novo som DD/Timbaland. Quando os novos temas (principalmente o Nite Runner) apareceram online, não lhes achei muita piada e, por razões várias, não os ouvi durante muito tempo. Mas agora estou completamente rendida ao SKIN DIVERS!! Acho até que seria uma boa aposta para o 1ºsingle.

Bem, já que o amigo Astronauta adora o THE VALLEY e é um fã à maneira, vou já ouvi-lo (desta vez, com atenção).
Fiquem bem!

Márcia

zeph disse...

o tema é Duran Duran, com excesso de cliches do momento tipicos de Timbaland, mas o que estraga mesmo tudo é o "rappin", primeiro é tudo menos Duran Duran e depois, quem é que diz ao Timbaland que ele é bom produtor, mas um pessimo Rapper?
retirem o rap e a coisa até se engole.
com tantas bandas a copiar os Duran Duran neste momento, acho que eles não precisam de querer ser teenagers.

O Astronauta disse...

Narez,
plenamente de acordo, meu caro.
claro que seria mais fácil para os DD repetir um "Girls On Film". No entanto, quem conhece ao pormenor a carreira destes tipos (e não apenas os temas mais conhecidos ou os singles) sabe que sempre foram uma banda que correu riscos. Mesmo tendo a consciência de que podiam espalhar-se ao comprido, como aconteceu em "Thank You". Essa é uma das vertentes que admiro nos DD.
Claro que os DD podiam transformar-se numa espécie de Roxy Music circa "Avalon" e assim envelhecer graciosamente, mas quem os conhece sabe que os tipos são uns "putos", continuam a ouvir música e atentos a tudo o que se faz. Ao contrário de muitos outros "velhos" ( e novos) que por aí andam...
Daí que seja natural pretenderem experimental coisas novas num contexto Pop.
De resto, este "flirt" com o hip-hop nem é novo. Basta ouvir um "New Religion" ou um "I Don't Want Your Love" para perceber que o hip-hop sempre os fascinou. Eles próprios o assumem.


astronaut2005,
vou ser honesto: eu preferia os DD a trabalhar com um Brian Eno ou um Trevor Horn, SÓ dois dos melhores produtores de sempre. Ou, por exemplo, com um tipo como o James Murphy, que tem mais a ver com o universo deles.
Agora, é claro que percebo a escolha do Timbaland. O tipo é o Nile Rodgers (que também produziu meio-mundo e tinha um som de marca) dos anos 00. Faz todo o sentido esta escolha. O problema é que muitos fãs dos DD chegaram aos 30 e deixaram de ouvir música. Percebes onde quero chegar? Felizmente, não parece ser esse o teu caso, mas é o caso de muitos daqueles que cresceram nos 80s. Hoje, tal como eu, a maioria estão casados, têm filhos e sobra-lhes pouco tempo para ouvir música nova. Até porque a RFM não passa assim tanta música nova quanto isso...Muitos deles nem sabiam quem era o Timbaland. Esses, é natural que estranhem e sejam aversos a esta viragem no som da banda. É que está a acontecer. Pelo menos a julgar por aquilo que vou lendo em alguns fóruns e blogs.
Eu tenho uma fezada no álbum. Vamos esperar, ouvir e depois tirar conclusões.
Cheers.

Elliot,
"...esconder um rebuçado á criança" é uma expressão muito boa! eh eh...Sim, é um pouco isso! Mas olha que o raio do tema entranha-se. A sério. Fica o aviso.

Márcia,
eu sabia que ias acabar por gostar. eh eh...
Bjs


zeph,
compreendo a tua perspectiva, mas prefiro mil vezes uma banda que pretende continuar a querer soar como "teenagers" do que o inverso.
E o inverso, para mim, é gente como os Genesis, o Seal ou mesmo ( e esta até me vai doer a mim) os U2...
Olha, por exemplo, para uns RED HOT CHILI PEPPERS. Achas que fazem música "teenager"? De certa forma, sim. E no entanto já devem andar todos na casa dos 40s...Qual o problema?
E a Bjork (que por acso até trabalhou com o Timba no último disco) ? A Madonna? Ou mesmo os Depeche Mode? Não há um certo espirito teenager, de transgressão e arrojo na sua música?
Por outro lado, há por aí coisas como os Maroon 5, que têm metade da idade desta gente toda, e soam como uns "velhos"...no pior sentido.
Cheers.

Zeph disse...

Continuo a achar que o Timbaland é um bom produtor, mas... está atornar-se uma chaga. Tudo soa ao mesmo. e não era isso que eu esperava dos Duran Duran. Os flirts anteriores com o "hip hop", não o foram nestes moldes. Deixar o Timbaland rimar é mau. Tens o exemplo do disco dele que nao teve sucesso nenhum e até mesmo a Nelly se não fossem os outros temas, o "Promiscuous" não a tinha levado a lado nenhum. Basta ver que foi o single com menos sucesso do disco.
Acho que se devem manter actuais, mas não andando desesperados atrás do que se faz. A historia lembra os pioneiros (Duran Duran incluidos) e não os seguidores de uma tendencia. Por isso é que o Andy Taylor se foi.

Anónimo disse...

O Andy Taylor «foi-se» porque conseguiu amealhar um bom dinheiro e popularidade desde que se juntou de novo aos Duran Duran!

zeph disse...

anonimo, o dinheiro é o que mantem muitos outros em actividade.
se leres o que ele escreveu, talvez percebas melhor.
os Duran Duran são os Duran Duran e nunca precisaram do Timbaland para serem o que são.
Aliás fala-se que o Timbaland é um produtor. Mas não o é nos mesmos termos que se entendia como tal, por exemplo o produtos dos 1s discos dos DD. Porque o Timbaland produz beats, algo muito fundamental para um cantor, como a Nelly ou o Timberlake, mas os Duran Duran são uma banda. São musicos, tocam instrumentos, logo o Timbaland a produzir uma banda assim é algo que não se compreende.
A não ser que queiram entrar no vagão do que é top de momento.
Mas isso é adulterar a formula.
Quem comprará o disco dos Duran Duran não será a geração "morangos" mundial de certa.

PLANETA POP | RADAR 97.8

  • SÁBADOS | 23h-01h
  • DOMINGOS (repetição) | 15h-17h
  • SEXTAS-FEIRAS (repetição) | 23h-01h

POSTO-DE-ESCUTA

ARQUIVO:

DIREITOS

Creative Commons 

License